Cultura na Rota das Emoções: descubra porque viajar é muito mais do que fazer turismo - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Cultura na Rota das Emoções: descubra porque viajar é muito mais do que fazer turismo

O Brasil é um país repleto de histórias que foram responsáveis por construir os costumes que temos atualmente. A cultura na Rota das Emoções consegue representar toda essa diversidade e proporcionar aos turistas uma riqueza de conhecimento imperdível!

Viajar oferece a possibilidade de estudar diferentes sociedades e de visitar lugares históricos e importantes na construção de um povo, além de aumentar infinitamente a bagagem cultural de uma pessoa.

Neste texto, vamos explicar por que viajar pela Rota das Emoções é muito mais do que fazer turismo e preparar você para aprender cada vez mais durante os seus passeios, independentemente do destino! 

O que é turismo cultural?

Existem diferentes modelos de viagens, à diferentes valores. Cada uma delas oferece algum benefício aos viajantes, como: diversão, férias, estudo, trabalho etc. No entanto, uma dessas modalidades está presente em qualquer passeio: o turismo cultural! 

Todas as vezes que viajamos para um lugar diferente, a nossa mente precisa estar aberta para conhecer os costumes, os comportamentos, os passatempos e tudo o que engloba a região.

É disso que se trata o turismo cultural, a oportunidade de viajar para diferentes destinos e conseguir compreender a importância de valorizar a história da região visitada, aproveitando as suas atrações turísticas, mas aprendendo sobre o desenvolvimento histórico do local. 

Como a cultura explica a história de um lugar

Por que determinadas sociedades apresentam diferentes comportamentos e posições? É possível analisar distinções a respeito do desenvolvimento das suas construções, além da divergência no pensamento político de sua população.

Esses contrastes são comuns por conta da cultura de cada região, isso acontece devido à história da população e ao modo como foi a sua colonização. Sendo assim, os turistas encontram costumes diferentes dos seus conforme os lugares que visitam. A mudança é visível desde os hábitos culinários até as construções e profissões mais valorizadas.

Como é a cultura na Rota das Emoções?

Sempre presente na história do desenvolvimento do Brasil, a cultura faz parte de todas as regiões do país. Na Rota das Emoções isso não é diferente. Formada por um trecho que passa em três estados, percorrendo 14 municípios, é muito fácil notar celebrações, pratos culinários e comportamentos únicos nos locais.

Pensando nisso, elaboramos uma lista dos principais temas que mais se destacam na cultura da Rota das Emoções para você começar a preparar a sua próxima viagem! 

Gastronomia

Os turistas que contam com Fortaleza na sua rota das férias precisam anotar na agenda: quinta-feira é dia de caranguejo na cidade. Essa cultura é extremamente presente na rotina dos moradores locais, afinal, não é sempre que encontramos um dia da semana reservado apenas para apreciar o crustáceo.

Sendo assim, com essa dedicação toda para comer caranguejo, podemos esperar a gastronomia oferecida na Rota das Emoções muito especial e diversificada, com pratos únicos. 

A culinária da região é a típica comida brasileira, com uma mistura de sabores apresentados pelos indígenas, portugueses e africanos que colonizaram o país. Os pratos típicos agradam a todos os gostos, até quem opta por não comer carne consegue se deliciar com os temperos, legumes e verduras que estão sempre presentes nas receitas.

Listamos as principais comidas típicas da cultura na Rota das Emoções para você se deliciar:

  • Caranguejada: o caranguejo em si não tem tanta carne, mas a melhor parte dessa receita é colocar a mão na massa para lamber os dedos depois e aproveitar as entradas que incluem: bolinhos de peixe, casquinha e patinha de caranguejo;
  • Cuxá: uma especialidade do Maranhão, o prato conta com uma mistura que não pode ser titulada como molho, nem farofa. Os acompanhamentos incluem arroz, tortas de camarão ou peixe frito; 
  • Arroz de Maria Izabel: ícone da culinária piauiense, esse delicioso prato tem como ingredientes principais arroz, carne de sol de gado ou de carneiro. Leva o nome da esposa de Simplício Dias da Silva, um rico e famoso comerciante local da época do Brasil Imperial.
  • Cajuína: celebrizada pela canção homônima de Caetano Veloso em homenagem ao poeta piauiense Torquato Neto, um dos idealizadores da Tropicália, essa bebida é uma “febre” entre os locais. Trata-se de um suco de caju fermentado naturalmente e cristalino de cor amarelada, sem adição de açúcar. 
  • Torta de Caranguejo: quando visitar o Delta do Parnaíba não deixe de apreciar essa torta suculenta e de sabor marcante que tem o crustáceo como ingrediente principal.
  • Camarões e lagostas: assados na brasa, refogados com leite de coco ou como ingredientes dos chefs locais, essas iguarias do nordeste também são fortíssimas candidatas ao estrelato nas mesas da Rota das Emoções.
  • Peixada Cearense: típico do Ceará, a receita é um símbolo da gastronomia na região e agrada a todos os visitantes. O prato é uma mistura de diferentes peixes cozidos e é servido junto com arroz branco e pirão de farinha. 
  • Moqueca: conhecida em todos os restaurantes na Rota das Emoções, principalmente naqueles que ficam na orla da praia. O preparo envolve peixe, ervas e legumes, além de um molho indescritível. Cada chef de cozinha conta com um segredo para preparar a receita, sendo assim, tenha certeza de que durante a sua viagem você pode encontrar sabores incomparáveis de acordo com o cozinheiro;
  • Rapadura: o doce também se faz presente no nordeste. A exploração da cana-de-açúcar na região deixou as suas receitas, e a rapadura é uma delas. O prato nasceu do melado da cana, conhecido por ser açucarado e duro.

História

A Rota das Emoções foi institucionalizada apenas em 2005, mas a região que engloba o Piauí, Ceará e Maranhão acumula a sua história há muito tempo. Desde antes da descoberta do Brasil, os índios já estavam presentes e produzindo os seus alimentos. A chegada dos portugueses e a vinda dos africanos marcaram esses estados, que foram um dos primeiros desbravados. 

Todos os acontecimentos do desenvolvimento histórico na região foram responsáveis por determinar o comportamento da população, a criação de festividades, as construções com arquiteturas únicas e o carinho pelos antepassados que servem de exemplo nos dias atuais.

Danças e festas típicas

A partir da história, surgiram as datas de celebrações e comemorações de uma região extremamente rica em cultura e felicidade. Sendo assim, essa mistura de costumes resultou em um dos pontos que mais atraem os turistas para a Rota das Emoções: as festas típicas. 

A valorização da cultura na Rota das Emoções é tão presente na realidade da população que o Piauí já recebeu um prêmio de reconhecimento por ser o estado que mais abriu espaço para as artes

Algumas das principais festas típicas encontradas na região são:

Carnaval

Presente em todo o Brasil e celebrado de diferentes maneiras em cada região, o Nordeste também promove festas de Carnaval e os turistas podem encontrar comemorações nos municípios que fazem parte da Rota das Emoções. 

Micaretas

Também conhecidas como ”Carnaval fora de época”, essas comemorações são bastante comuns em Fortaleza, sendo assim, vale a pena procurar o calendário de festividades da cidade! 

Quem sabe você não consegue aproveitar uma festa de rua divertida durante o seu passeio na Rota das Emoções? A experiência é inesquecível!

Festa Junina

Entre junho e julho os ”arraiás” tomam conta do Nordeste e as celebrações que já fazem parte da história cultural da região chegam para alegrar a população. As festas acontecem em escolas, praças e empresas. Algumas cidades promovem comemorações na rua, incluindo concursos de quadrilha. Nessa época, é possível encontrar algumas comidas típicas, como pé de moleque, canjica e buchada de bode. 

Um dos principais pontos importantes sobre as festas juninas que acontecem em diferentes cidades da Rota das Emoções é a influência na economia local, isso acontece devido ao crescimento do número de turistas. Dessa maneira, o consumo aumenta, movimentando o comércio por se tratar de um período de alta temporada. 

Bumba-Meu-Boi

Considerada uma tradição quase nacional, o Bumba-Meu-Boi no Maranhão proporciona aos turistas três variáveis de comemorações, uma vez que a celebração foi sendo aprimorada com a chegada de novas culturas, costumes e crenças do povo que colonizou a região. 

A sua primeira versão foi elaborada como o pagamento de uma promessa para o glorioso São João. Contudo, no Maranhão essa celebração é estendida para homenagear São Pedro e São Marçal. 

Assim como as Festas Juninas, o Bumba-Meu-Boi também acontece entre os meses de junho e julho. 

Artesanato

Um dos meios de renda mais importantes durante todo o trajeto na Rota das Emoções é o artesanato local. Grande parte da população sobrevive financeiramente por meio da comercialização dos produtos feitos artesanalmente para vender aos milhares de turistas que visitam as cidades todos os anos. 

Entre os artigos produzidos, você pode encontrar:

  • itens de decoração;
  • quadros; 
  • bolsas; 
  • lembranças para familiares e amigos;
  • esculturas;
  • luminárias;
  • bijuterias;
  • acessórios para praia
  • utensílios para cozinha

São inúmeras opções de artesanatos para comprar, e o melhor, é possível encontrar vendedores em diferentes lugares com produtos de qualidade e preparados com carinho pela população local.

Costumes

Quando visitamos outras cidades, estados e países, é preciso se preparar para encontrar diferentes costumes. Sendo assim, não tenha dúvidas de que ao chegar na Rota das Emoções você vai se deparar com distintos comportamentos, atrações e maneiras de viver. 

A mistura de sotaques na língua portuguesa junto com palavras de origens indígenas e africanas também se destacam na cultura local. Contudo, não tenha dúvidas de que um dos principais pontos que mais favorecem o turismo na região é a felicidade dos moradores e os seus esforços para oferecer aos visitantes uma experiência inesquecível.

Uma curiosidade a respeito da cultura da região é a admiração da população do Piauí pelo poeta Torquato Neto, da Tropicália, um nome que foi de extrema importância para a revolução dos movimentos culturais que se iniciaram nos anos 60 e 70. 

O que esperar do Ceará?

Formado por 184 municípios, o Ceará é um dos estados mais populosos do Brasil. O destino conta com paisagens deslumbrantes e praias paradisíacas que atraem milhares de turistas nacionais e internacionais em todas as épocas do ano. 

As praias, as cachoeiras e os parques são um dos principais pontos que chamam a atenção dos visitantes. O Ceará é banhado pelo Oceano Atlântico e faz limite com os estados do Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco e Piauí. 

Cidades que fazem parte da Rota das Emoções

A seguir, separamos algumas das cidades que fazem parte da Rota das Emoções localizadas no estado do Ceará, incluindo os seus principais atrativos:

Jericoacoara

Não faltam destinos badalados no Ceará. Jeri é um desses lugares com muita procura pelos visitantes por se tratar de um local com diferentes opções de hospedagens, restaurantes e praias cristalinas. 

Localizada a 300 km de Fortaleza, capital do estado, o apelido carinhoso de Jeri transmite aos visitantes todo o acolhimento e a receptividade da população que recebe milhares de turistas. Os bares e restaurantes em Jericoacoara também garantem a diversão com inúmeras opções de comidas típicas e preços para todos os tipos de bolsos. 

A pequena vila de pescadores se desenvolveu devido ao turismo e hoje se mantém basicamente com o comércio voltado para os visitantes. Os destinos mais procurados em Jericoacoara são:

  • Lagoas do Paraíso e Lagoa Azul: ideal para descansar nas redes montadas de maneira estratégica dentro da água e proporcionar um momento único de relaxamento;
  • Pedra Furada: uma atração sensacional para quem deseja tirar fotos e registrar um dos principais atrativos da região;
  • Centrinho de Jeri: principal lugar para encontrar feirinhas de artesanato e comidas típicas em barracas na rua;

Quer mais um motivo para conhecer Jericoacoara? O Huffing Post elegeu, em 2014, o destino como a quarta melhor praia do mundo!

Camocim

Conhecido como o Caribe Cearense, é em Camocim que os turistas encontram praias cristalinas e paradisíacas para aproveitar as férias como nunca. A cidade fica a 360 km de Fortaleza e um dos seus principais atrativos para os aventureiros é que os visitantes só conseguem chegar até o local com carros 4 x 4 ou buggy. 

As dunas também fazem parte do roteiro de atrações locais, além disso, o vento na região é propício para a prática de esportes marítimos, como o kitesurfing.

Melhor época para visitar

Independentemente da estação do ano, o Ceará proporciona aos seus visitantes atrações para todos os períodos. Além disso, o clima tropical favorece as altas temperaturas mesmo durante o inverno. 

Entre março e julho, o clima é ideal para quem procura sol forte com águas cristalinas. Para os fãs de esportes de aventura que envolvem ventos, como a prática do kite e do windsurf, o período ideal é entre agosto e dezembro.

O que podemos encontrar no Maranhão?

Rico em diversidade de ecossistemas, praias, cachoeiras, lagoas, manguezais e belezas naturais de tirar o fôlego, o Maranhão é um dos principais estados do Brasil, com ricas paisagens e roteiros únicos para todos os públicos.

Cidades que fazem parte da Rota das Emoções

Listamos os municípios que estão presentes no roteiro da Rota das Emoções e separamos os principais atrativos de cada um deles para você preparar a sua programação. 

Santo Amaro

Esse é um local ainda pouco explorado quando comparado a outros destinos turísticos. Porém, as lagoas de Santo Amaro costumam ganhar o coração dos visitantes com as suas paisagens deslumbrantes. 

A vila rústica do município proporciona um clima romântico especial para casais que procuram privacidade e paisagens para inspirar o relacionamento. Além disso, as lagoas das Andorinhas permitem que os carros cheguem até as beiradas, facilitando o acesso. 

Na Lagoa das Esmeraldas, os visitantes se deparam com um dos destinos mais bonitos de Santo Amaro, no entanto, é necessário caminhar durante mais ou menos duas horas até a beira da água. Embora o trajeto seja cansativo, a vista compensa o esforço físico e a recompensa é aproveitar a natureza abençoada da região. 

Barreirinhas 

Localizada no início do Parque dos Lençóis e com pouco mais de 60 mil habitantes, Barreirinhas é recheada de atrações para os visitantes que buscam conhecer a cultura na Rota das Emoções. 

São 260 km de distância entre o município e São Luiz, capital do estado, e as opções de transporte variam de acordo com a necessidade de cada turista. Um dos programas mais bonitos da região é o passeio de barco pelo Rio Preguiça, mas muitos visitantes decidem ir direto ao Parque.

Durante o trajeto, é possível se deparar com uma diversidade de animais que são típicos da região e que geralmente aparecem para recepcionar os turistas, deixando a sua aventura ainda mais divertida.

A vila de Barreirinhas vive da agricultura das famílias e da cultura do artesanato, produzido para os visitantes que buscam conhecer um pouco mais da história da população.

Uma das principais atrações para quem deseja se aventurar por todos os pontos turísticos da região são os passeios de jardineira, uma espécie de veículo off-road 4 x 4. Sem dúvidas, você não vai se arrepender de participar dessa aventura! 

Tutoia

A cidade, que faz divisa com o Piauí, atrai visitantes de todos os cantos do mundo por alguns atrativos apaixonantes, como espelhos d’água, dunas, mangues, águas cristalinas e ilhas que se formam nos períodos de seca. Além disso, ainda é possível curtir os Pequenos Lençóis, famosos na região. 

As praias, geralmente desertas, são umas das principais razões pelas quais o turismo no local cresce a cada dia. Por fim, se você procura um pôr do sol inesquecível, Tutoia é o lugar ideal para ser incluído em seu roteiro pela Rota das Emoções.

Melhor época para visitar

O clima no Maranhão é parecido com as estações encontradas no Ceará, sendo assim, para garantir uma experiência única, você pode aproveitar o roteiro na Rota das Emoções e conhecer todos os estados com um clima ideal para experienciar uma viagem inesquecível!

O que explorar no Piauí?

O Piauí conta com uma riqueza cultural adquirida a partir da mistura de diferentes povos, como os indígenas, que já habitavam a região antes da chegada dos portugueses. Portanto, se você deseja admirar a cultura na Rota das Emoções, é nesse estado em que você encontra uma história marcada pela união de costumes, alimentos e diversidades.

Atualmente, o Piauí tem 3 milhões de habitantes em seu território. Aos turistas, é possível viajar no estado usando as estradas ou, para quem gosta de rapidez e praticidade, existem três aeroportos que facilitam a locomoção do público, sendo um deles na capital, Teresina. 

Cidades que fazem parte da Rota das Emoções

Parnaíba

Um paraíso no Brasil, a cidade de fica localizada na divisa entre os estados do Piauí e Maranhão. Conhecida por conta do Delta do Parnaíba, a região abriga um verdadeiro arquipélago com cerca de 70 ilhas e mais de 2 mil quilômetros quadrados de extensão.

Quem opta por conhecer a região se depara com uma diversidade surpreendente de animais silvestre que abrigam a flora rica em espécies únicas. Além disso, a paisagem varia entre praias, lagos, dunas e mangues. 

Os restaurantes em Parnaíba também ajudam na hora de conquistar os turistas, são inúmeras opções na cidade, que é considerada a segunda mais populosa do estado, ficando apenas atrás da capital. 

Ilha Grande

Outro município que faz parte da cultura na Rota das Emoções e completa o circuito de praias do Piauí, Ilha Grande está localizada a apenas 9 km de Parnaíba. É nessa região em que os turistas pegam lanchas para a Ilha dos Guarás, um símbolo do Delta. 

Canto do Buriti, Coronel José Dias, São João do Piauí e São Raimundo Nonato

Decidimos citar todos esses municípios juntos, pois é nessas cidades em que se encontra o Parque Nacional Serra da Capivara, um dos destinos mais procurados na Rota das Emoções. 

Nesse ponto turístico extremamente importante para a cultura da região, os visitantes conseguem ter uma noção mais explícita a respeito da riqueza da natureza local, encontrando espécies únicas e um contraste rico em paisagens deslumbrantes. 

Na Serra da Capivara, os turistas encontram um ambiente aberto à visitação todos os dias da semana, das 08:00h às 16:00h. O espaço conta com um conjunto de chapadas, sítios arqueológicos e vestígios históricos, devido às tribos indígenas que fizeram parte do desenvolvimento da região. 

Melhor época de visitação

O litoral do Piauí proporciona aos visitantes tudo o que é necessário para uma viagem inesquecível, independentemente da época do ano. O estado também faz parte da região Nordeste do Brasil, sendo assim, o clima é parecido com o do Ceará e do Maranhão.

O que devo explorar da cultura na Rota das Emoções?

É claro que a importância dada ao conhecimento varia de acordo com as necessidades de cada pessoa, e que cada um absorve as informações conforme o seu próprio interesse. No entanto, existem inúmeras riquezas culturais nesses três estado. Qualquer um consegue se apaixonar facilmente por tudo o que a população tem a ensinar para os visitantes. 

Sendo assim, antes de finalizar os preparativos da sua viagem, prepare a sua mente para absorver a história de uma região rica em cultura, respeito, gastronomia e que conta com o carisma do seu povo, que cativa a todos que decidem conhecer as suas lindas paisagens.

Priorizar o envolvimento com a cultura na Rota das Emoções é a garantia de uma experiência de turismo inesquecível e que vai acrescentar no seu desenvolvimento como ser humano, além disso, as histórias da sua viagem vão ganhar ainda mais vida.

Quer aprender mais sobre a cultura na Rota das Emoções? Então, entre em contato com os nossos parceiros EcoAdventure e Rota Combo para começar a planejar sua viagem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This