Guia completo: tudo sobre os lençóis maranhenses - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Guia completo: tudo sobre os lençóis maranhenses

Os lençóis maranhenses têm tudo para tornar a sua viagem perfeita: águas cristalinas, areia fina, rios, nascentes, dunas, e claro, os próprios lençóis! São cerca de 155 mil hectares de dunas, preenchidos por milhares de lagoas, formadas a partir do acúmulo das chuvas.

As lagoas possuem águas transparentes, azuis e até verdes. As dunas podem alcançar até 40 metros de altura. Você se sente uma formiguinha nessa imensidão, que tem o tamanho equivalente ao da cidade de São Paulo.

Já pensou caminhar por um bom tempo rodeada de belezas naturais, desfrutando da magia que esse paraíso oferece? Para ajudar você a tornar essa experiência única, preparamos esse guia com todas as curiosidades sobre os lençóis maranhenses. Aproveite!

Por que ir aos Lençóis Maranhenses?

O Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é o único deserto do mundo com milhares de lagoas. Sua extensão é equivalente a quatro vezes o tamanho da Suíça. O visual é tão impactante que parece cenário de filme. Imagine caminhar por vários quilômetros sem avistar uma única pessoa ou construção.

Você até esquece do mundo real e passa a aproveitar daquele momento sentindo-se parte da natureza.

Devido ao seu tamanho, o parque divide-se entre os municípios de Santo Amaro do Maranhão, Barreirinhas, Paulino Neves, Primeira Cruz, Humberto de Campos e Atins.

As localidades mais desenvolvidas para o turismo são: Barreirinhas, Santo Amaro do Maranhão e Atins. Cada uma dessas cidades tem atrações próprias que tornarão a sua viagem inesquecível. Confira alguns motivos pelos quais você deve conhecer esse lugar!

Coma bem gastando pouco

Comida caseira tem um sabor especial, não é mesmo? No Maranhão você pode aproveitar a culinária local, ouvir boas histórias e ainda pagar pouco. Com ambiente acolhedor, os restaurantes são especializados em frutos do mar e carne de sol.

Geralmente os pratos são muito bem servidos e com preços atrativos. Uma porção para dois, por exemplo, pode servir três ou até quatro pessoas! Na sobremesa, o açaí é uma ótima pedida para refrescar o calor.

O cardápio maranhense conta ainda com o combo delicioso de carne de sol com molho de queijo coalho. Pirão e farofa de cuscuz são constantemente pedidos pelos turistas. Experimente também o arroz de cuxá com mariscos e o abacaxi recheado de camarão.

Além da comida saborosa, você ainda ganha uma bela vista durante a sua refeição. Isso porque a maioria dos restaurantes tem vista para o mar. Seja de dia ou à noite, essa programação precisa estar incluída no seu roteiro! Uma boa dica é aproveitar as opções de restaurantes da Avenida Beira-Rio, em Barreirinhas.

Faça um passeio pelo Rio Preguiças até o seu encontro com o mar

Além das lagoas, o lugar oferece diferentes experiências. Uma delas é ver o rio Preguiças se encontrando com o oceano atlântico, em frente ao povoado de Atins. Você pode fazer um passeio de lancha pelo rio, que nasce em Anapurus e percorre mais de 120 km até desaguar no mar.

Nesse passeio, você conhecerá o buriti, fruta comum na culinária local e na confecção de artesanatos. Também vai interagir com macacos-prego, passar por mangues e avistar o guará, uma das mais belas aves brasileiras. Para isso você passará por Vassouras, Mandacaru, Caburé e Atins.

Aviste toda a vegetação e dunas em um passeio de 4×4

A riqueza da vegetação é uma das principais características dos lençóis maranhenses. Lá você pode encontrar três biomas: cerrado, caatinga e amazônia. A restinga e o manguezal tornam o visual ainda mais bonito. Mas é claro que a principal atração são as dunas de areias — que ocupam ⅔ da área total — e suas lagoas de águas cristalinas.

A aventura do 4X4, o vento no rosto e a proximidade com toda essa exuberância da natureza tornarão o seu passeio inesquecível. Se decidir fazer um passeio no meio da tarde para voltar no fim do dia, terá o prazer de aproveitar um belíssimo pôr-do-sol e ainda terá a sorte de ver vaga-lumes iluminando o caminho da volta. Uma aventura de tirar o fôlego!

Descubra novas formas de contemplar os lençóis maranhenses

De fato, o cenário é diferente de tudo o que você já viu. A beleza e a perfeição do lugar impressionam, nem parece de verdade! E existem várias formas de chegar até os lençóis: de carro, em trilhas ou até do alto — helicóptero e monomotor.

Pela terra, é possível notar a grandiosidade da natureza, mas do alto a experiência é ainda mais rica, pois você tem uma visão ampla do território. Essas imagens não sairão da sua cabeça por um bom tempo, isso é garantido! E por mais que alguém tente descrever a beleza dos lençóis maranhenses será em vão. Você precisa ir para entender!

Conheça São Luís

Ir ao Maranhão e não conhecer sua capital, São Luís, é impensável. O lugar é quase um museu a céu aberto, pois possui um dos conjuntos de casas coloniais mais antigos do Brasil. As principais obras de azulejos portugueses do país também estão em São Luís.

Se você curte arquitetura, vai se encantar com os museus e prédios públicos abertos à visitação. O centro histórico possui variadas cores, texturas e formas, o que rende belíssimas fotos. Vale a pena tirar uns dias para conhecer a cidade.

A capital maranhense também é uma ótima opção para casais apaixonados. A cidade recebeu o título de Ilha do Amor devido ao seu cenário romântico natural. Ver o pôr-do-sol no Espigão e na Praça Pedro II é inspirador. Se o seu par gosta de uma caminhada com uma bela vista acrescente mais dois passeios: Praça Gonçalves Dias e Praia Grande.

E, por fim, não deixe de conhecer a Fonte do Ribeirão, mas tenha cuidado com a serpente. Essa é uma lenda lenda da cidade, que batizou o lugar como o mais romântico de São Luís. Quem sabe depois desse passeio, você descubra qual é a magia da capital maranhense.

Desligue-se do mundo e conecte-se à natureza

De todos, esse é o motivo principal pelo qual você deve ir aos lençóis maranhenses. A grande diferença desse destino é que ele possui o oposto do seu cotidiano. Esqueça a pressa do dia a dia, a interatividade da tecnologia e as atividades do trabalho.

Nos lençóis, a sua única tarefa será relaxar. Escute o vento soprando, sinta o calor e refresque-se nas águas calmas maranhenses. Desfrute de um balançar e cochilo de rede e use o celular apenas para fotos. Sério, aproveite cada segundo!

Como chegar nos Lençóis Maranhenses?

Os lençóis estão localizados a 250 km de distância de São Luís, a capital do Estado. Os principais acessos são: Barreirinhas, Santo Amaro e Atins. Mas para chegar até essas localidades, são necessários meios de transportes específicos e diferentes trajetos.

É possível chegar em Barreirinhas com transporte público, mas se deseja acessar o parque por Santo Amaro e Atins, terá que contratar um transfer. Barreirinhas também possui aeroporto, mas ele só recebe voos fretados de São Luís e o custo é alto.

Dessa forma, a melhor opção para quem vem de outros estados é o Aeroporto Internacional de São Luís. Ele recebe voos diretos das principais capitais: Teresina, Fortaleza, Belém, Recife, Brasília, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Chegando na capital maranhense, você pode escolher entre Barreirinhas, Santo Amaro e Atins para chegar aos Lençóis Maranhenses. Confira, então, quais são as particularidades dessas localidades.

Barreirinhas

É a porta de entrada mais conhecida, considerada a capital turística dos Lençóis. Possui boa estrutura de hospedagem e de alimentação. Também tem boa oferta de agências de turismo, que ajudam no deslocamento para os passeios. Os mais conhecidos são os das lagoa Azul e Bonita, de boia-cross no Rio Formiga e de lancha no Rio Preguiças.

A principal e melhor via de acesso para Barreirinhas é a rodovia MA-402, conhecida como Translitorânea. Ela é asfaltada e ideal para quem vem no sentido oeste-leste. Outra opção é vir a partir o município Paulino Neves (MA), no sentido leste-oeste. Porém, esse trajeto exige maiores cuidados, como um veículo 4×4, pois a via passa por trilhas, praias e dunas.

Esse percurso faz parte da Rota das Emoções, que passa pelo Ceará (Parque Nacional de Jericoacoara) e Piauí (Barra Grande e Área de Proteção Ambiental do Delta do Parnaíba), até chegar ao Maranhão. De Barreirinhas até os lençóis o percurso é feito de balsa pelo Rio Preguiças e depois em veículos de tração 4×4.

Santo Amaro do Maranhão

Para quem vem de São Luís, no sentido oeste-leste, Santo Amaro do Maranhão fica depois das cidades Primeira Cruz e Humberto de Campos. A estrada ideal é a MA-402, que dá acesso ao povoado de Sangue. Depois é preciso percorrer 36 km de trilhas de areia. Esse trajeto só pode ser feito com veículos 4X4.

Santo Amaro do Maranhão está localizado praticamente dentro do Parque Nacional. O trajeto tem menos de 2 km e pode ser feito a pé. Também é possível ir de barco até os lençóis.

O lugar dispõe de muitas lagoas, algumas delas vazias, tornando a experiência ainda mais emocionante. Aproveite a oportunidade para visitar o Oásis de Betânia.

Uma curiosidade sobre o deserto de Santo Amaro do Maranhão é que ele serviu de cenário para o filme Casa de Areia, que teve como estrela a consagrada atriz Fernanda Montenegro. Essa localidade possui pousadas e restaurantes para receber os turistas e oferece a facilidade do acesso às lagoas.

Atins

Para quem gosta de aventura, kitesurf e camarão, Atins é o lugar. O acesso é feito por barco, lancha ou veículo 4X4. Para chegar em Atins, você precisa pegar um desses meios de transporte em Barreirinhas. O vilarejo fica entre o mar e o Rio Preguiças.

Lá, você pode experimentar o famoso Camarão da Luzia. A receita é um dos maiores segredos da cozinheira e atrai turistas o ano inteiro. O restaurante fica em Canto de Atins. As lagoas estão a 30 minutos do vilarejo, e de agosto a dezembro o lugar é bastante procurado pelos kitesurfistas, pois é conhecido como a temporada dos ventos.

A hospedagem em Atins é rústica e charmosa. O local foi feito para o descanso: calmaria, belas paisagens e vida simples.

O grande diferencial desse lugar, em relação a Santo Amaro do Maranhão e Barreirinhas é que ele possui praia. E também tem um pôr do sol belíssimo, em que é possível avistar os guarás voltando para a copa das árvores. Além disso, o trajeto até as lagoas, de águas em tons azulado e esverdeado, pode ser feito a pé.

O que fazer em Lençóis Maranhenses?

A lista é imensa, pois os três destinos (Santo Amaro, Barreirinhas e Atins) oferecem diferentes passeios. Além das famosas lagoas, é possível praticar esportes náuticos e observar a fauna durante as caminhadas e os passeios.

Os povoados também têm ambientes agradáveis para quem gosta de fazer piqueniques ou andar de bicicleta. Confira os atrativos de cada uma dessas regiões.

Barreirinhas

Circuito da Lagoa Azul

Este circuito contempla seis lagoas: Toyoteiros, Preguiça, Esmeralda, Paz, Azul e Peixe. O passeio é feito com uma jardineira, passando pelo Rio Preguiças de balsa e seguindo por trilhas até o ponto de desembarque.

São feitas algumas paradas para banho e contemplação do lugar. Os passeios podem ser feitos de dia ou à tarde, com destaque para o pôr do sol visto das dunas.

Circuito Lagoa Bonita

Para fazer este circuito, é preciso ter disposição, pois depois que a jardineira estaciona, é preciso subir uma duna de 30 metros de altura. Uma corda ajuda na subida e o esforço é recompensado com a vista panorâmica das dunas, lagoas e vegetação do parque.

Outro atrativo do circuito é a lagoa do Clone, que recebeu esse nome após servir de cenário para as gravações de cenas para a novela O Clone, da Rede Globo de Televisão.

Lagoa da Esperança

Fica no limite entre os municípios de Barreirinhas e Santo Amaro. É perene e não é cercada por dunas como as outras, de uma lado há um paredão de areia e do outro mata.

Voadeira pelo Rio Preguiças

Esse é o passeio mais clássico de Barreirinhas. O nome “voadeira” refere-se a uma lancha baixa que percorre o Rio Preguiças em direção ao mar. O ziguezague característico é acompanhado de uma bela vista de mangue e dunas.

A primeira parada é feita em Vassouras, onde há venda de artesanato, lanches e passeio de esquibunda. O local também é conhecido como a ilha dos macacos, devido a quantidade de macacos-prego encontrada. Depois, a lancha vai até Mandacaru — que oferece uma belíssima vista a partir do farol.

Finalizando o passeio, a última parada acontece em Caburé, onde você pode tomar um banho de rio e de mar quase ao mesmo tempo. O lugar também oferece passeios de quadriciclo.

Boia-cross no Rio Formiga

Para quem não gosta de muita adrenalina, a boia-cross é a melhor opção. Isso porque o passeio é feito em um rio perene, com corrente tranquila. As jardineiras das agências de turismo levam até o vilarejo de Cardosa e de lá saem as boias. O passeio dura 4h e é ótimo para quem deseja relaxar.

Sobrevôo pelo Parque Nacional

Como ainda não existe voo doméstico entre São Luís e Barreirinhas, esta é a única forma de ver os lençóis do alto. O passeio de avião dura aproximadamente 30 minutos e possui duas rotas, uma semelhante ao da Voadeira pelo Rio Preguiças e outra passando pela Lagoa Bonita e Queimada de Britos.

Em Santo Amaro do Maranhão

A cidade de Santo Amaro do Maranhão está localizado no sudoeste do Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses. Possui a Lagoa da Gaivota, que tem esse nome devido a observação das aves que passam pelo local. De lá, também é possível ver o lago de Santo Amaro. Há, também, a Praia da Travosa, onde ocorre um campeonato de surfe em abril.

A Lagoa das Emendadas é formada por um conjunto de lagoas interdunares e um campo extenso de dunas. E a Lagoa de Betânia é uma das grandes atrações locais porque possui variações de cores nas água.

Em Atins

Atins é o paraíso dos esportes náuticos. Surf, kitesurf, windsurf, stand-up padlle e caiaque são bastante procurados. O lugar oferece tranquilidade, contato direto com a natureza e com a comunidade local. Se você gosta de trekking, pode cruzar o campo de dunas a partir do Canto dos Lençóis (Canto do Atins) até chegar ao município de Santo Amaro.

Aproveite também o encontro do Rio Negro com o mar, onde existem pequenas cachoeiras. Atins também possui lagoas paradisíacas: Lagoa das 7 mulheres e Lagoa Verde. E não esqueça do Camarão da Luzia, que também fica em Atins.

Por que escolher uma agência de viagens?

Com tantas informações e particularidades sobre esse destino, é normal ficar um pouco perdida, sem saber por onde começar. Afinal, as opções são muito atrativas e a vontade é de conhecer todas, não é mesmo? Mas como organizar um roteiro tão extenso e com tantos detalhes?

Um destino como o Lençóis Maranhenses requer muitos deslocamentos. É uma ótima oportunidade para explorar a região, mas também pede muitos detalhes no planejamento, por isso confie a sua viagem a quem realmente entende do assunto: a agência de turismo.

A escolha de uma agência de turismo local é essencial para garantir a segurança da sua viagem. Aproveite o conhecimento de quem mora no destino para planejar e programar a sua estadia, passeios e hospedagem com as melhores opções para o seu bolso.

Além de fazer as reservas e criar o seu roteiro com antecedência, a agência de viagem é responsável por fornecer guias locais. Assim, você será acompanhado por quem realmente tem propriedade para falar sobre o local e terá informações relevantes e curiosidades sobre a cultura do lugar.

Procure uma agência de referência

Antes de fechar um pacote, verifique se a agência que pretende contratar é bem recomendada e de confiança. Veja se ela tem cadastro nos órgãos oficiais de turismo e se há reclamações de antigos clientes na internet. Peça recomendações aos amigos que já visitaram o destino e pesquise sobre o trabalho desenvolvido pela agência. Lembre-se: preços muito baixos também são muito suspeitos.

Evite frustrações e arrependimentos adotando algumas medidas de segurança: cheque a reputação da empresa, confirme as informações que ela oferece em seus canais de comunicação e peça o roteiro detalhado por escrito, em contrato ou e-mail. Assim, você terá uma documentação que comprova o pacote contratado e suas respectivas atividades.

A função de uma agência de turismo é oferecer mais comodidade e segurança, e não dar dor de cabeça. Busque uma empresa que torne a sua viagem mais proveitosa, otimize o seu tempo no destino e ofereça passeios de qualidade.

Informe-se sobre itens essenciais

Os agentes de viagens locais também dão orientações sobre itens indispensáveis para a sua viagem. Peça informações sobre o clima e quais os itens que você deve levar na mala. Além de preocupar-se em beber água constantemente devido o calor, também sugerimos:

  • roupas leves;
  • protetor solar;
  • óculos de Sol;
  • chapéu;
  • repelente;
  • roupas de banho;
  • tênis para as caminhadas;
  • chinelo ou sandália;
  • sacos plásticos para emergências;
  • documentos.

Valorize a riqueza natural brasileira

Aproveite essa oportunidade para conhecer a riqueza da história de São Luís, as inúmeras atrações de Barreirinhas, a tranquilidade de Atins e as particularidades de Santo Amaro do Maranhão. Use mais de um meio de transporte para vivenciar o destino por ângulos diferentes e entregue-se ao deserto de areias e às lindas águas cristalinas das lagoas.

Seja por terra, água ou ar, conhecer essa região reforça ainda mais o valor das belezas naturais do nosso país. A fauna e flora são riquíssimas, a cultura local é acolhedora e a culinária é de deixar água na boca! São muitos motivos para você ir até esse paraíso! Sua mala voltará com histórias incríveis e boas recordações. Sem dúvidas, uma experiência que você precisa ter!

Com este Guia Completo, você já sabe tudo sobre os Lençóis Maranhenses. Se você gostou desse conteúdo e ele te ajudou a tirar dúvidas e saber mais sobre esse lugar, assine a nossa newsletter! Vamos selecionar conteúdos ricos como este para manter você bem informado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This