Praia da Pedra do Sal: um destino mágico no Delta do Parnaíba - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Praia da Pedra do Sal: um destino mágico no Delta do Parnaíba

A Praia da Pedra do Sal é a melhor forma de curtir uma praia paradisíaca dentro do Delta do Parnaíba. No coração da Rota das Emoções, a Praia da Pedra do Sal é um presente da natureza para o Piauí, já que parece uma legítima escultura e atrai turistas pela extrema tranquilidade. Ela fica a cerca de 18 quilômetros do centro da cidade de Parnaíba, segundo maior município do estado.

Em uma região rica em opções turísticas, é preciso destacar a região da Pedra do Sal pela acessibilidade e a natureza pitoresca encontrado por lá. Mas, se as belezas naturais já eram o suficiente para valer uma visita, saiba que o nome da praia tem um aspecto místico, pois a Pedra do Sal é uma formação rochosa real.

Gostou da ideia de visitar esse destino mágico? A seguir, vamos explorar um detalhes essa praia incrível e saber um pouco mais sobre a sua região: o Delta do Parnaíba. Vamos lá!

Qual é a origem do nome da Pedra do Sal?

Com um pôr do sol tão belo que chega a parecer cena de filme, reza a lenda da cultura local que o nome da Pedra do Sal vem do acúmulo de sal do mar nas formações rochosas de granito, presentes fortemente na praia.

Saiba que os nativos também apelidam a Praia da Pedra do Sal de “Pedral” — sempre é bom conhecer detalhes como esse em uma viagem turística!

Na antiguidade, a Pedra do Sal era visitada por navegadores fenícios, povo de origem semita, especialmente da região do Mar Mediterrâneo, que viveu há mais de 5 mil anos. De acordo com a história, esses navegadores utilizavam a praia e os seus arredores para a realização de experimentos astronômicos.

A cultura local diz que os imensos blocos de pedras que dividem a Praia da Pedra do Sal escondem tesouros deixados pelos navegadores fenícios. Mas o curioso é que nenhum parnaibano teve a sorte de encontrar uma dessas relíquias. Quem sabe você não é a pessoa aventureira sorteada?

Atualmente, além do suposto esconderijo, a Praia da Pedra do Sal é o lar de um imponente farol, conhecido como um ponto perfeito para apreciar o pôr do sol, especialmente entre os meses de março e julho, quando o sol se põe no mar. Lembre-se disso!

Como é a Praia da Pedra do Sal?

A Praia da Pedra do Sal é formada por imensas rochas que se amontoam, invadindo o mar e formando um cenário exuberante e único. Ao se chocarem contra essas pedras, as ondas do Oceano Atlântico levantam encantadoras cortinas de água, que alcançam os pontos mais altos das pedras. É um fenômeno muito interessante e perfeito para fazer fotos incríveis!

Depois desse movimento, são criadas pequenas poças de água nas pedras, que evaporam e fazem surgir o sal que nomeia a praia e é um de seus grandes atrativos, a Pedra do Sal. Vale a pena curtir o ambiente em casal ou em um programa com a família. Em qualquer caso, esse atrativo do Delta do Parnaíba não decepciona.

Como já abordamos, os atrativos da região passam pelas exóticas formações rochosas, o belíssimo pôr do sol e as deliciosas histórias que o povo local tem para contar, mas sem se esquecer do movimento dos barcos.

Um passeio a tarde é ideal para curtir o movimento dos barcos, é a hora de maior “trânsito” desses veículos marítimos, e o por-do-sol. A partir de uma enseada de calmaria e ondas breves, eles vão em direção ao alto mar para buscar fontes de alimentos para o dia e, nos melhores dias de pescador, conseguir quantidades suficientes para alguns dias.

Na costa oceânica piauiense, a pesca está sempre em alta, e isso se reflete nas opções gastronômicas da região!

Também é na costa da Pedra do Sal que estão os simples e aconchegantes quiosques e barzinhos mais rústicos, onde os petiscos são saborosos e a bebida está sempre gelada. Vale a pena curtir esse momento apreciando a visão da usina eólica presente na praia.

O que mais há para fazer na Praia da Pedra do Sal?

Como é a única praia do município de Parnaíba, a Pedra do Sal atrai muita gente com os seus 22 quilômetros de extensão, aproximadamente — essa região praieira é limitada por dois rios, o Parnaíba e o Igaraçu, o que explica a sua curta extensão. 

Se gosta de simplicidade e areia clara e fina, visitar a Praia da Pedra do Sal é ótima pedida. Mas, se você está em busca de aventura, saiba que por lá você também encontra surfe e kitesurf.

Isso mesmo! Há uma parte da serena Praia da Pedra do Sal que se encontram águas bem mais agitadas, onde a direção do vento e as condições da maré são mais propícias para a prática do surf.

Se o Delta do Parnaíba é o point do kitesurf no Nordeste brasileiro, o downwind gerado pela Pedra do Sal dá o seu ar da graça para os participantes dessa modalidade. Além disso, o lado direito da praia é o ponto de encontro dos surfistas, já mais distante das pedras e com ondas um pouco maiores.

Vale relembrar que o Parque Eólico Pedra do Sal é o mais antigo do Piauí e, ao lado de diversas torres de geração de energia elétrica, complementa a paisagem da região um toque especial de natureza e tecnologia sustentável. No Delta do Parnaíba, os ventos sempre sopram fortes.

Empreendimentos de luxo já visam a região, apostando no seu crescimento nos próximos anos. Ou seja, a Pedra do Sal está em foco, e você não pode perder a chance de conhecer essa atração do Delta do Parnaíba e da Rota das Emoções. Afinal, atrativos não faltam!

Ficou com vontade de ir à Praia da Pedra do Sal? Compartilhe este post nas suas redes sociais para que mais amigos conheçam essa pérola do Nordeste brasileiro!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This