Praia de Galinhos (RN): apaixone-se por esse paraíso - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Praia de Galinhos (RN): apaixone-se por esse paraíso

Galinhos (RN), cidade com poucos mais de 2 mil habitantes, guarda a inocência e a hospitalidade de um roteiro incrível, que ainda não foi totalmente descoberto pelo turismo nacional. A cerca de 160 km de Natal, a vila de pescadores segue pacata e hospitaleira, graças a sua localização.

Com praias e atrações que ainda passam um gostoso senso de exclusividade — quase como uma reserva natural —, Galinhos fica na ponta de uma península isolada por dunas móveis. Por lá, para se mover por seus vilarejos rústicos, só de charretes ou bugues, as únicas opções de transporte.

Suas lagoas viram legítimas piscinas naturais entre dunas móveis, e descobrir essas peculiaridades, assim como suas praias isoladas, é uma experiência sem igual. É muito capaz de você visitar a Praia de Galinhos e, numa próxima visita, as praias terem mudado de lugar por conta da maré.

Seu horizonte é riscado pelas salinas locais, montanhas branquinhas que parecem até neve. E seus mangues oferecem as especialidades da gastronomia local, pescados e ostras, que vamos explorar mais adiante neste texto.

Se ficou interessado em saber mais sobre Galinhos, continue a leitura!

O potencial turístico do Rio Grande do Norte

O Rio Grande do Norte no turismo do Nordeste é uma parada obrigatória. Natal é um caso de sucesso e desenvolvimento por meio do turismo.

Mas, indo por uma linha mais alternativa, assim como Areia Branca e Mossoró, no oeste do estado, Galos e Galinhos são destinos do Polo Costa Branca, um roteiro marcado pela vegetação da caatinga, dunas móveis e imponentes, falésias, e extensas praias desertas — além da já citada importante produção de sal, uma das maiores do país.

A chegada de barco até Galinhos traz uma sensação de entrar em uma comunidade, diferente de destinos mais comuns da região. O trajeto de Pratagil é o começo de uma estada que sempre renova as energias e oferece novas experiências. E essa característica é o maior diferencial de Galinhos.

A Praia de Galinhos

Sua principal praia, homônima da cidade, é divida pelo mar e pelo rio, e entre eles estão as dunas e o Farol de Galinhos, referências para a vila de pescadores. Normalmente, a Praia de Galinhos é muito tranquila e serena, com um brisa constante e águas que variam de frescas a mornas conforme o clima. Nas vilas, as ruas são de areia e o jeito mais fácil de chegar lá é de barco, a partir de Pratagil.

Os ventos da Praia de Galinhos, inclusive, propiciam a prática de kitesurf e windsurf, atraindo participantes de todas as partes em busca do cenário ideal. O ponto de encontro mais comum dos adeptos desses esportes é a pousada Brésil Aventure. Ali também se pratica Stand Up Paddle.

O diferencial de Galinhos está no simples. Por lá, ainda não há noites badaladas ou restaurantes cinco estrelas, mas muito sossego, água fresca e piscinas naturais na Ponta do Farol, onde é possível apreciar uma vista incrível! 

Pelas praias, no meio da vegetação e dos mangues, é possível avistar as montanhas brancas — são salinas, o que chama muito a atenção no cenário local. Elas são originadas do excesso de sal extraído do mar. Uma curiosidade é que, se você tentar dar um mergulho nas águas mais próximas das salinas, vai boiar por conta da alta densidade do sal.

Nas águas mais salgadas é onde se encontra o peixe-morcego, animal muito presente na região e com um formato curioso — tem duas patas e pele áspera. No mangue são vistos cavalos-marinhos de diversos tipos.

A região de Galinhos

Mais especificamente, o caminho até Galinhos sai de Natal. A primeira parte da viagem é feita pela BR-406, por Ceará-Mirim e João Câmara. Depois de passar pelo povoado São Geraldo, chega-se em Pratagil, porta de entrada do destino final.

Lá, os carros ficam no estacionamento gratuito, e os turistas embarcam até Galinhos, numa travessia tranquila que dura cerca de 10 minutos. Também é possível chegar por terra com veículos 4×4, mas o caminho é outro.

Por causa de seus atrativos, a região do Polo Costa Branca — em especial Galinhos — se tornou uma oferta turística mesmo para quem está em Natal, já que a distância não é grande.

Os motivos para conhecer Galinhos (RN)

Passeio de Barco

Em Galinhos, você pode curtir um passeio de barco para não esquecer mais. O passeio é feito por rio, mas um rio de água salgada. E as curiosidades só estão começando.

No início do passeio, passando pelos mangues, já é possível ver alguns exemplares da Garça Azul, ave característica da região. Pouco depois, são avistadas as salinas, algumas mais amarronzadas e outras mais recentes, completamente brancas. O visual é inesquecível.

Depois, o instrutor faz uma parada no mangue, e aí chega o atrativo mais curioso: o peixe-morcego. Parece uma criação fictícia, mas é uma espécie de peixe com duas patas, pele áspera e cores camufladas. Ver de perto é incrível e impactante. Nesse momento, o instrutor também colhe algumas ostras que vão ser servidas no almoço — mais frescas que isso, impossível.

O passeio segue para a parte final, e aí é possível escolher entre ir de barco, de bugue, ou encarar as dunas e uma parte de água a pé, até o retorno para Galinhos. Há, ainda, um ponto importante: a variedade de preços dos passeios é um ponto importante para quem se preocupa com que a diversão caiba no bolso. 

Parque das Dunas

No Parque das Dunas estão os caranguejos que se perderam por ali e não acharam mais o caminho de volta para o manguezal. Imagina só um bicho daquele tamanho contra uma imensidão de areia.

Lá, é possível observar esse fenômeno que acontece durante o período de reprodução dessa espécie, da andada dos caranguejos. As fêmeas acabam se perdendo e só conseguem voltar quando guias e nativos ajudam na volta ao habitat natural.

Ponta do Farol

Na Ponta do Farol, você pode mergulhar, relaxar e desfrutar de um pôr do sol difícil de descrever. Por ali, há piscinas naturais com águas quentes e limpas, mas, para chegar lá, é preciso alugar uma mulinha, já que é o único transporte disponível.

Gastronomia

Em Galinhos, tudo é simples, mas muito fresco e saboroso. Lá, as boas pedidas são os pescados, como a tainha frita, o camarão ao alho e óleo, as iscas de bagre ao leite de coco, ou mesmo um peixe assado com pirão. Outra especialidade da casa é o caldo de vôngole, e claro, as ostras colhidas na hora.

Galinhos é incrível e apaixonante, e quem vai para lá guarda a visita com muito carinho. Uma última parada válida é na cooperativa de artesanato local. As artesãs trabalham por toda a região fazendo bordados, rendas e lembrancinhas delicadas. Vale muito a pena apreciar e contribuir com o trabalho delas.

Bom, se você ficou encantando com Galinhos (RN) e não vê a hora de planejar sua viagem para lá, compartilhe agora mesmo nosso artigo nas suas redes sociais e quem sabe não convence novos amigos a partirem junto!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This