Tudo o que você precisa saber para viajar para o Piauí está nesse artigo! - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Tudo o que você precisa saber para viajar para o Piauí está nesse artigo!

Você está em busca de uma experiência incrível, capaz de mudar a sua vida? Então, que tal viajar para o Piauí nas próximas férias? O local reserva paisagens de tirar o fôlego e regiões que podem ser exploradas da melhor maneira possível por seus visitantes. 

Quer conhecer mais sobre esse destino paradisíaco do Nordeste brasileiro? Continue conosco e descubra tudo o que você precisa saber sobre o lugar perfeito para a sua próxima viagem!

1. História e destaques do Piauí

Localizado no noroeste da região Nordeste, o Piauí é um importante estado brasileiro e conta com aproximadamente 3 milhões de habitantes. Ele faz limite com Pernambuco, Tocantins, Bahia, Ceará e Maranhão, estando, assim, entre alguns dos principais destinos turísticos do Brasil. 

O estado tem 224 municípios, sendo o mais populoso deles a capital Teresina — mas, isso não foi sempre assim. Em 1718, o Piauí teve na cidade de Oeiras a sua primeira sede. Foi somente em 1852 que Teresina, a única capital nordestina fora do litoral, assumiu o posto por sua facilidade de navegação com os rios que a cercam.

Com apenas 66 km de extensão em seu litoral, o Piauí é banhado pelo Oceano Atlântico. O estado, proporcionalmente maior que o Reino Unido, abriga três aeroportos principais, estando um deles localizado em Teresina.

Além das belezas naturais da região, um dos principais destaques do Piauí é a sua importância histórica — afinal, foi no Parque Nacional da Serra da Capivara, localizado a 400 km da capital, que foram encontrados vestígios históricos que datam mais de 50 mil anos. O local é considerado uma unidade de conservação ambiental, além de patrimônio natural do país.

2. O que visitar no Piauí?

Embora não seja a principal região turística do Nordeste, o Piauí oferece muitas opções de lazer para os seus visitantes, como montanhas, cachoeiras, mangues, rios, praias e formações rochosas. Somente em seu mapa do turismo, o estado conta com 77 municípios aprovados, oferecendo muitas possibilidades para você se divertir.

Em conjunto com gestores municipais e estaduais, o Ministério do Turismo tem desenvolvido um trabalho de conscientização, classificação e investimento de acordo com as necessidades de cada região do Piauí — fato que contribuiu para o aumento das cidades que compõe o mapa e da oferta de lazer para os turistas.

Cidades como Floriano, Luís Correia, Parnaíba, Picos e Teresina foram classificadas nas categorias A, B e C, o que significa que elas concentram o maior fluxo de visitantes nacionais e internacionais. No entanto, embora os demais municípios analisados figurem apenas as categorias D e E, elas têm um importante papel no turismo regional.

2.1. Principais atrações

Afinal, quais são os tesouros do Piauí? Para lhe ajudar a responder essa pergunta e encontrar os melhores destinos para a sua viagem, listamos as principais atrações do estado abaixo. Confira:

Delta do Parnaíba

Abrigando uma das paisagens mais bonitas do mundo, o Delta do Parnaíba é um arquipélago localizado entre os estados do Maranhão e Piauí. O cenário é composto por mais de 70 ilhas, com uma extensão total de 2.700 km² de belezas naturais.

Tendo como principal porta de entrada a cidade de Parnaíba, no Piauí, o Delta faz parte do roteiro integrado da Rota das Emoções. No local, os visitantes ficam em contato direto com a vida silvestre e podem desfrutar de praias, mangues, lagoas, dunas e incríveis espelhos d’água.

Parque Nacional Serra da Capivara

O Parque Nacional Serra da Capivara é um dos pontos turísticos mais populares e relevantes do Piauí, reunindo chapadas, vales e sítios arqueológicos.Trata-se de uma importante área de conservação ambiental e arqueológica, protegida integralmente pelas autoridades responsáveis. 

Localizado a 500 km da capital, o parque é parte do território das cidades de Canto do Buriti, Coronel José Dias, São João do Piauí e São Raimundo Nonato. A visitação acontece todos os dias da semana, entre as 8h e as 16h.

Barra Grande

Localizada na cidade de Cajueiro da Praia, Barra Grande é uma simpática vila de pescadores que está a apenas 50 km de Parnaíba. Ao fazer parte da Rota das Emoções e contar com condições perfeitas para a prática de kitesurf, o local atrai visitantes de todas as partes do mundo e vem se destacando como um dos mais importantes destinos do litoral do Piauí.

Além das belas praias, o vilarejo ainda tem outros atrativos que encantam os seus turistas. É possível conhecer o mangue, apreciar a rotina dos pássaros silvestres e até mesmo admirar o encontro entre o rio Camurupim e o oceano, onde é realizado o mais disputado passeio ecoturístico da praia: a avistagem do cavalo-marinho.

Parque Nacional de Sete Cidades

Localizado a 200 km da capital, o Parque Nacional de Sete Cidades é um dos principais pontos turísticos do Piauí. O local, que é considerado um importante espaço de conservação natural da região, está situado entre as cidades de Piracuruca e Brasileira.

Aberto diariamente para visitações, o parque reúne diversas espécies da fauna e da flora brasileira. Além disso, as suas formações rochosas guardam históricos registros rupestres de aproximadamente 6 mil anos.

3. Litoral do Piauí

Apesar de relativamente pequeno e pouco conhecido pelos brasileiros, o litoral do Piauí é composto por belas e paradisíacas praias espalhadas ao longo de suas cidades, capazes de encantar qualquer um dos seus visitantes.

Quem se propõe a conhecer a região é surpreendido pela diversidade dos seus cenários. Isso porque, além das belezas naturais, o litoral do Piauí oferece toda a infraestrutura necessária para os seus visitantes — com opções de hospedagem e lazer — e cativa com a hospitalidade dos seus moradores locais.

Ao longo de seus 66 km de extensão, o litoral do estado é cercado por mares de água cristalina e uma paisagem praticamente intocável. Ao todo, são quatro municípios litorâneos: Luís Correia, Parnaíba, Ilha Grande e Cajueiro da Praia.

Embora suas praias não sejam tão conhecidas como as dos estados vizinhos, é possível contemplar o espetáculo da natureza com ainda mais tranquilidade em terras piauienses. 

Dentre as praias de maior destaque da região, podemos citar:

  • Praia do Coqueiro;
  • Praia de Macapá
  • Praia da Pedra do Sal;
  • Praia de Barra Grande. 

A seguir, confira mais detalhes sobre cada uma delas e escolha as melhores opções para a sua viagem:

3.1. Praia do Coqueiro

Localizada na cidade de Luís Correia, a Praia do Coqueiro é uma das mais badaladas do litoral piauiense. Além das belas piscinas naturais e das barreiras de corais que são formadas em alguns pontos da costa, o local oferece a melhor infraestrutura para os seus visitantes.

É também possível estender o passeio até a Praia de Itaqui, localizada na mesma cidade, mas com um clima um pouco mais tranquilo.  Se você busca variedade de hospedagem em uma experiência que combine conforto com um cenário privilegiado, trata-se do destino ideal!

3.2. Praia de Macapá

Também localizada no município de Luís Correia, a Praia de Macapá está separada do centro da cidade por uma estrada de aproximadamente 20 km. Isso, no entanto, não é empecilho para quem pretende desfrutar das suas belas dunas e das piscinas naturais formadas durante a época de maré baixa.

Além de um cenário paradisíaco, o local conta com as condições climáticas ideais para quem pretende praticar kitesurf e é também uma boa opção para aqueles que estão em busca de uma experiência de ecoturismo, apreciando toda a biodiversidade da região.

3.3. Praia da Pedra do Sal

Situada a 15 km do centro de Parnaíba, a Praia da Pedra do Sal é uma excelente opção para todos os perfis de visitantes, pois, possui alguns rochedos que a dividem em dois lados, o de mar calmo e o de águas agitadas. É ou não é uma alternativa para a família toda?

A cidade, que encanta com todo o contraste entre o Delta e o mar, é muito procurada por praticantes de esportes aquáticos e está sempre bem movimentada.

3.4. Praia de Barra Grande

O vilarejo de Barra Grande é um dos destinos mais procurados do estado — e a sua praia homônima, com águas calmas, quentes e cristalinas, é uma das grandes responsáveis por tanto sucesso.

Além de toda a beleza e do clima rústico que proporciona um ar ainda mais especial para o lugar, a Praia de Barra Grande conta com ventos favoráveis, transformando-a em um verdadeiro paraíso para os amantes de kitesurf.

4. Belezas naturais

Não é só de praias paradisíacas que se faz um estado, concorda? Nesse sentido, saiba que o litoral é apenas uma pequena parte de todas as maravilhas que o Piauí tem a oferecer — e, como podemos observar até agora, o que não faltam são opções de roteiros turísticos na região

Dunas, cânions, ilhas, parques, mangues, rios e lagos. Tudo isso cercado por uma fauna e uma flora que são realmente exuberantes. Não importa qual é o seu perfil de turismo, no Piauí, é possível encontrar opções para todos os gostos, bolsos e idades.

Delta do Parnaíba, Parque Nacional da Serra da Capirava e Parque Nacional das Sete Cidades são algumas das principais atrações turísticas disponíveis para quem busca uma experiência diferente, focada no ecoturismo. Esses lugares provam que as belezas naturais e a riqueza histórica das terras piauienses são o seu grande diferencial.

Além de fazer parte do circuito oficial da Rota das Emoções, o Piauí atrai visitantes apaixonados por esportes de aventura e tem em seus destinos importantes patrimônios mundiais.

O Cânion do Rio Poti é uma encantadora surpresa que os visitantes ainda podem encontrar no estado. O fenômeno natural acontece com a passagem do Rio Poti em uma fenda geológica na Serra da Ibiapaba, formando um cenário paradisíaco que se estende pelas cidades de Crateús, Castelo, Buriti dos Montes e Juazeiro.

Embora ainda seja pouco explorado como um destino turístico, o local chama a atenção por suas belas cavernas e enormes paredões de pedra, recebendo um número cada vez maior de visitantes das mais diversas partes do mundo. O acesso ao Cânion está a 184 km de Teresina.  

5. Cultura local e comidas típicas

A variedade cultural e religiosa é também um dos pontos mais atrativos do estado do Piauí. Em algumas cidades da região, por exemplo, os visitantes podem conhecer diferentes patrimônios históricos e as tradições de cada local por meio de monumentos milenares e pontos turísticos que são realmente inesquecíveis.

A religiosidade é outro assunto muito importante no estado. Os moradores da região são muito devotos, e isso reflete de forma clara em suas formações culturais e festividades ao longo do ano. Embora o santuário de Nossa Senhora Mãe dos Pobres seja um dos principais do Piauí, é possível encontrar outros grandes templos espalhados em seu entorno.

Quando falamos em cultura local, as festas juninas do nordeste são a primeira coisa que vem à mente, não é mesmo? Afinal de contas, essa é uma tradição antiga que apaixona os moradores das mais diversas idades e municípios. 

Os eventos juninos têm como principal objetivo reverenciar os santos católicos Santo Antônio, São João e São Pedro. No entanto, a animação das festividades é tamanha que visitantes de diferentes credos se envolvem e se encantam com os eventos promovidos pelos moradores locais.

Para se ter uma ideia da importância das festas juninas na região Nordeste, elas são mais marcantes e mobilizam mais os moradores e visitantes do que outras datas comemorativas, como o Natal.

Repletas de comidas típicas, danças populares, fogueiras, brincadeiras e muita animação, essas festividades promovem um verdadeiro passeio entre as raízes brasileiras.

Dentre as principais atividades das festas juninas, podemos destacar a quadrilha, a pescaria e o pau de sebo, que animam os convidados a qualquer momento. Já para quem busca provar o melhor da gastronomia típica, comidas como o Maria Isabel e o Picadinho são os pratos mais indicados.

O Encontro Nacional de Folguedos acontece todos os anos em Teresina e é um dos principais eventos juninos da região. Ele reúne milhares de pessoas, sediando a apresentação de vários grupos de dança do Piauí e do Maranhão. Além disso, promove um verdadeiro debate sobre a cultura local e as tradições populares da região.

O São João do Parnaíba, que acontece todos os anos na cidade de Parnaíba, é outra tradicional festa junina do Nordeste brasileiro. Agitado pelo som do forró, do sertanejo e de muita dança, o evento reúne grupos culturais de diferentes regiões e conta com apresentações de atividades artísticas como o Bumba-Meu-Boi.

Contudo, se você quer usufruir de toda a cultura local do Piauí, mas não vai viajar nos períodos de festa junina, não se preocupe! É possível conhecer de perto um pouco da rotina e das atividades regionais dos moradores durante todo o ano. Isso pode ser feito por meio da visita de pequenas vilas de pescadores ou até mesmo de um passeio pelos centros históricos.

Por fim, quando o assunto é gastronomia, o famoso arroz com capote está entre os pratos mais tradicionais do Piauí e pode ser encontrado em diversos restaurantes da região. Já a Cajuína é uma bebida típica feita a partir do suco de caju que desperta o interesse de todos os turistas que passam por Teresina. Não deixe de experimentar!

6. Quando visitar e onde ficar?

Uma das principais dúvidas dos viajantes é sobre quando visitar um determinado destino. Entretanto, a escolha do período ideal para a sua viagem vai depender dos seus objetivos com ela. Para quem quer conhecer um pouco mais sobre a cultura e festas típicas do Piauí, o mais recomendado é se programar para tirar férias em junho.

Para os turistas que estão em busca de badalação, sol forte e tudo o que o verão nordestino tem a oferecer, o ideal é viajar nos períodos de alta temporada, que começam em meados de setembro e vão até fevereiro ou março. Mas, se o que você quer é curtir o melhor do Piauí com muita paz e sossego, opte pelos períodos de baixa temporada, sempre verificando as condições climáticas e as probabilidades de chuva.

Quando o assunto é hospedagem, as melhores opções estão nos principais destinos turísticos, como a cidade de Parnaíba e a capital Teresina. Devido ao grande fluxo de visitantes, essas cidades contam com mais opções de resorts, pousadas e hotéis, além de toda a infraestrutura de bares e restaurantes.

Todavia, se o seu destino não for nenhuma das cidades citadas, não se preocupe. Embora não sejam os principais polos hoteleiros do estado, a maioria das cidades do litoral do Piauí também oferece alternativas para os mais diversos perfis de visitantes.

Com uma rápida pesquisa pela internet é possível encontrar boas opções de hospedagem ao longo da região, realizando as reservas diretamente pelo site ou agência de turismo especializada.

7. Monte o roteiro perfeito

Agora que você já sabe tudo o que precisa para viajar para o Piauí, deve estar se perguntando sobre como fazer um roteiro perfeito para essa aventura, não é mesmo? Para lhe ajudar nessa missão, separamos algumas dicas abaixo. Confira: 

7.1. Defina um orçamento e a duração da sua viagem

Embora muita gente deixe esse item em segundo plano, a definição de um orçamento é o ponto mais importante do planejamento de uma viagem. Isso porque, ao identificar de forma clara a quantia que pode ser gasta, você vai conseguir determinar a duração das suas férias e montar uma programação mais detalhada. 

Muitos viajantes passam por imprevistos em suas aventuras por não estarem devidamente preparados e organizados. Para evitar que isso aconteça com você, tenha em mente qual o valor necessário para gastar em cada dia de viagem, levando em consideração os custos extras que podem surgir.

7.2. Escolha os lugares a serem visitados

Ao longo deste texto, falamos sobre diversas cidades e pontos turísticos a serem explorados no Piauí, mas, quais serão os destinos escolhidos para a sua viagem?

Para organizar um roteiro que seja eficiente e otimize o tempo disponível, é muito importante definir quais serão os lugares que você quer conhecer e, a partir disso, traçar uma rota que seja a mais lógica possível, passando por cada um deles.

7.3. Informe-se sobre os passeios e atrações turísticas

Após definir quais serão os destinos da sua viagem, chegou a hora de conhecer as atrações que cada um deles tem a oferecer. Se você optar por visitar a capital Teresina, por exemplo, não poderá deixar de conhecer os bairros mais badalados da cidade, ver o encontro dos rios Poti e Parnaíba e apreciar a bela paisagem da Ponte Estaiada.

Faça uma pesquisa sobre os principais passeios e pontos turísticos oferecidos em cada cidade e organize o seu roteiro para conhecer cada um deles.

7.4. Faça todas as reservas necessárias com antecedência 

Para evitar imprevistos e problemas durante a sua viagem, é muito importante embarcar rumo ao destino escolhido com todas as pendências e burocracias resolvidas. Reserve com antecedência hotéis, passeios, translado e o que mais for necessário durante a estadia.

Na hora de escolher uma agência de viagens, procure sempre por referências na internet e opiniões de amigos e blogs especializados. Informe-se sobre todos os detalhes dos pacotes para evitar erros e problemas na contratação.

Lembre-se de que somente uma empresa especializada poderá oferecer todo o suporte e orientações necessárias durante a sua viagem. Por contar com profissionais que já conhecem a região, as agências correspondem a melhor opção para quem busca por uma experiência ainda mais completa e tranquila.

Legal, não é mesmo? Depois de tantas dicas e informações sobre esse lugar incrível, você ainda duvida que o Piauí é o destino perfeito para a sua próxima viagem? Então, não perca mais tempo e comece hoje mesmo a planejar a sua aventura pelas terras nordestinas.

Não se esqueça de sempre pesquisar e se informar sobre os destinos a serem visitados, além de fazer todas as reservas e contratações de serviços com o máximo de antecedência possível. Dessa forma, você evita que os imprevistos desagradáveis apareçam durante as suas aventuras e garante uma viagem ainda mais divertida e livre de perrengues. 

Gostou do artigo de hoje e quer conferir outras dicas de como viajar para o Piauí? Entre em contato com os nossos parceiros agora mesmo e tire todas as suas dúvidas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This