Tudo que você precisa saber sobre trekking para iniciantes - Blog Rota das Emoções: O melhor sobre a Rota das Emoções
Tudo que você precisa saber sobre trekking para iniciantes

Os apaixonados por aventuras em trilhas têm uma infinidade de atividades para explorar. Para quem está começando, porém, o ideal é seguir algumas dicas de trekking para iniciantes.

Essa prática é perfeita para aventureiros novatos que buscam maior contato com a natureza e um estilo de vida mais saudável. É preciso, entretanto, estar atento a algumas recomendações importantes antes de pôr a mochila nas costas e desbravar o mundão a pé. 

Neste post, apresentamos algumas informações para quem quer dar início a essa prazerosa modalidade de esporte outdoor. Vamos lá? 

Qual a diferença entre hiking e trekking? 

Provavelmente você já ouviu falar de ambos os termos quando em referência a caminhada. Os dois são relacionados a exploração de trilhas, geralmente em ambientes naturais.

A diferença é que o trekking determina a atividade que requer pernoite durante o passeio, enquanto o hiking pode ser feito em um bate e volta ou em um roteiro de duração mais curta. Nas duas práticas, é imprescindível estar preparado fisicamente, assim como ter equipamentos adequados. 

Esteja preparado fisicamente 

Além de estar com o preparo físico em dia — algo essencial para concluir a caminhada — é recomendável fazer alguns exames médicos básicos antes de começar a aventura e participar de um trekking para iniciantes

Após essa avaliação, é imprescindível se cuidar durante a atividade, como se alongar antes e depois do trajeto, por exemplo. Dessa forma, o desempenho tende a ser melhor e contusões e dores inconvenientes são evitadas. 

Quais são os equipamentos ideais de trekking para iniciantes? 

Ter bons equipamentos facilita a vida de todo aventureiro. Atualmente, há os mais variados tipos de acessórios de diferentes marcas, pesos e preços. Confira, a seguir, alguns que podem ser úteis nessa jornada. 

Mochilas 

É a principal companheira durante o trekking e, por isso, ela deve ser bem eficiente e prática. Engana-se quem opta por uma mochila simplesmente pelo fato de ser feita do material mais leve.

Hoje, algumas marcas usam tecnologias específicas e indicam a mochila de menor peso percebido. Ou seja, aquelas que são produzidas de forma a retirar o maior peso dos ombros e transferi-lo para a lombar, de forma a dar mais conforto na hora de andar. 

Bastões de caminhada 

Esse item é imprescindível na prática de trekking. Ele auxilia o caminhar e ajuda a diminuir o esforço das pernas. Existem diversos modelos no mercado e alguns deles, por serem dobráveis, são práticos e não ocupam muito espaço na mochila. 

Calçados 

O trekking deve ser feito sempre com calçados confortáveis: de preferência botas robustas, que garantem mais segurança e evitam contusões. Dependendo do tipo de terreno e dos obstáculos a serem ultrapassados, o ideal é escolher calçados com características específicas, como tecidos impermeáveis e revestimentos reforçados. 

Barracas e redes 

Camping é uma prática muito comum entre os aventureiros que praticam trekking. Há diferentes modelos de barraca, muitas delas suficientemente leves e práticas para serem facilmente carregadas. 

Outra opção é o conceito de hammocking, ou seja, de acampar com redes. Apesar de ser pouco explorado no Brasil, é um estilo que proporciona maior contato com a natureza. Há redes equipadas com mosquiteiro e toldos para maior proteção. 

Fogareiros 

Para quem optar por cozinhar durante o passeio, uma boa opção é levar um fogareiro na bagagem. Diferentemente dos modelos clássicos, mais pesados, hoje é possível encontrar minifogões com pouco peso. Para aproveitar ainda mais o espaço na mochila, alimentos liofilizados são indicados para cozinhar em fogareiros, pois além de não perderem o sabor e os nutrientes, não necessitam de resfriamento. 

Equipamentos térmicos 

Para manter a segurança e o conforto na hora de dormir, a indicação é ter equipamentos que garantam a temperatura do corpo. Sacos de dormir e isolantes são altamente indicados para trekking. Além de ser algo favorável à saúde, proporcionam um ambiente mais confortável. 

Quais os erros a serem evitados no trekking? 

Alguns cuidados devem ser tomados no trekking para iniciantes. Mesmo com equipamentos adequados e preparo físico em dia, alguns fatores podem atrapalhar a caminhada. Veja, a seguir, erros comuns no planejamento:

  • não conferir a previsão do tempo;
  • não pesquisar sobre a trilha e o destino;
  • não ter equipamentos ou não saber usá-los;
  • abrir mão de equipamentos de proteção;
  • extrapolar no peso da mochila;
  • não levar equipamentos básicos como lanternas e bússolas. 

Conheça algumas trilhas famosas ideais para trekking

No Brasil e no mundo, há diversas trilhas e caminhadas de diferentes níveis de dificuldade e distância a ser percorrida. Para novatos na modalidade, o mais indicado é treinar em caminhadas mais curtas e que requerem menos esforço e conhecimento técnico. Separamos quatro dicas para você. Acompanhe!

Trilha Inca (Peru) 

Conhecer Machu Picchu é o objetivo de muitos aventureiros do mundo inteiro. E uma das formas de chegar ao antigo império Inca é percorrer o famoso trajeto de 45Km. Geralmente feito com acompanhamento de guias, todo o caminho encanta o visitante com natureza abundante, tradições e histórias dos povos que habitavam a região. 

Parque Nacional da Serra da Bocaina (São Paulo Rio de Janeiro) 

Um dos trajetos mais famosos no Brasil é a Trilha do Ouro na Serra da Bocaina (que fica entre Rio de Janeiro e São Paulo). O caminho é ideal para um trekking para iniciantes, pois tem travessia de 23Km. Durante o caminho, há cachoeiras, mata atlântica e resquícios históricos. 

Narrows (Estados Unidos) 

Localizado no Zion Park, em Utah, nos Estados Unidos, a travessia de 26Km de Narrows é uma excelente opção de trekking para iniciantes. Além das caminhadas, essa trilha é caracterizada pela necessidade de atravessar alguns rios a nado. Todo o cenário é rodeado de enormes cânions rochosos que completam a aventura. 

Mirante da Serra do Espirito Santo (Jalapão) 

Uma trilha de curta distância, mas com cenários incríveis que permitem a pernoite do aventureiro, é a Serra do Espirito Santo, no Jalapão. Com apenas 8Km a serem percorridos, o trajeto é um dos mais bonitos do Brasil e pode ser ideal para iniciantes no esporte. 

Lençóis Maranhenses 

Um trekking de alto nível de dificuldade, porém com cenários incríveis é o dos Lençóis Maranhenses. Pode ser realizado em 7 dias e 6 noites e atravessa verdadeiros oásis como BarreirinhasAtins, Queimada dos Britos e Santo Amaro. Uma experiência e transformadora. 

Curtiu o post sobre trekking para iniciantes? Compartilhe as dicas em suas redes sociais e incentive seus amigos a explorarem o mundo a pé.

Carolina Sena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This